Transação digital: o panorama dos pagamentos mobile

No Brasil, oito em cada dez pessoas utilizam smartphones

. .

Por Pedro Henrique Tavares

A experiência proporcionada pela tecnologia nunca foi tão importante para o usuário de dispositivos móveis. Isso porque, ao final de 2017, mais de cinco bilhões de pessoas terão acesso a um telefone celular. Com cada vez mais aparelhos em uso, as funcionalidades aumentam: plataformas de pagamento móvel, como o YOU, estão entre as que mais crescem. Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos essa modalidade de transação financeira deve ultrapassar os 70% no final do ano.

Não há uma estimativa oficial para o Brasil. Entretanto, um estudo da Deloitte aponta que oito em cada dez brasileiros têm acesso a um smartphone. Com tamanha utilização, fica cada vez mais evidente que as atividades diárias, como pagamentos, ficam centralizadas nos celulares.

Por isso, acreditamos na evolução da experiência dos pagamentos mobile. Em um cenário que evolui rapidamente, cada vez mais estabelecimentos entram nesse mercado e oferecem o que os consumidores e as empresas querem: praticidade na palma da mão. A palavra de ordem é conveniência.

O varejo é um dos setores que aparecem com destaque nesse contexto. Com isso, os clientes podem ter acesso a ofertas, promoções e programas de fidelidade. De acordo com a eMarketer, até 2019 o valor total das transações realizadas tocando em um telefone ou em um terminal na loja chegará a US $ 210 bilhões, ante US $ 8,7 bilhões em 2015.

Existem outros sinais de crescimento da influência da tecnologia nos meios de pagamento. Entre eles, o bitcoin, que foi um dos tópicos mais vibrantes recentemente. Além disso, o Blockchain foi notado como base potencial para a construção de uma nova geração de aplicações transacionais que estabeleçam confiança e transparência ao mesmo tempo em que simplificam os processos de negócios.

Há espaço para crescer ainda mais. A velocidade em que poderemos realizar transações continua a mostrar um movimento convincente na evolução dos pagamentos móveis e da tendência de que, até 2020, 90% dos usuários de smartphones terão feito um pagamento móvel.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *